11 de Setembro de 2009

Nos tempos da Ditadura a censura, o chamado lápis azul, era exercido por um grupo de velhos do Restelo, caducos e maduros, que,  como se viu,  caíram de podres .

Fizeram de Portugal um País triste, cinzento e inculto. A censura manifestava-se poderosa , incisiva e repressiva em todos quadrantes da sociedade portuguesa.

Agora, 35 anos passados, em que esses tenebrosos anos se foram apagando na nossa memória, se caminha para a construção de uma sociedade aberta ,  em que a liberdade de expressão é um dos seus pilares, começam a toldar o horizonte, nuvens bem escuras que são um prenúncio de que o Poder instalado começa a querer regredir para esses tempos outra vez , com contornos escandalosos, uma vez que, a pressão externa, parece estar nas decisões tomadas.

Veja - se o caso escandaloso do jornal da noite de sexta - feira com Manuela Moura Guedes, e agora o livro do ex - inspector da PJ Gonçalo Amaral,  A Verdade da Mentira,  sobre o caso Madie.

Ambos  com características comuns: no primeiro caso pressão da PRISA sobre a Média Capital empresa que administra da TVI,  e no segundo a mão do PM de Inglaterra,  Gordon Brown ( já sentida no inicio do caso da menina desaparecida no Algarve ) com total tolerância do Governo Português e daqueles que directamente têm responsabilidades mais abaixo e que são os que depois aparecem como executores daquelas pressões.

Assim vai Portugal,  um País que derrubou uma ditadura, sem derramamento de sangue, e que foi exemplo,  para que muitos,  se livrassem de outros ditadores.

publicado por paraisoverde às 15:27

Anónimo:
Este paraiso verde parece meio abandonado !!
Então que é que se passa !?!?
20 de Setembro de 2009 às 17:10

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30


arquivos
2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO